Return to site

A boa aderência e a empatia

Um chá de camomila, numa manhã de chuva e trabalho, e reflito sobre relações. Logo cola em minha mente a palavra aderência. Aderir ao outro, às situações relacionadas ao outro, ao processo de realizar junto com o outro. Sinto necessidade de ir ao dicionário e compreender o significado da palavra aderir:

a·de·rên·ci·a

sf

1 Ato ou efeito de aderir; adesão.

2 Qualidade do que é aderente.

3 Apego a uma ideia, uma ideologia, um modismo etc.

4 Junção de uma coisa a outra.

5 União acidental de superfícies contíguas.

6 FÍS Atração que se dá nas superfícies de contato de dois corpos.

7 MED União, viciosa ou anormal, de superfícies orgânicas que, no estado normal, ficam separadas.

8 AUTOM Força de contato entre os pneus de um veículo e o solo.

EXPRESSÕES: Aderência elétrica, FÍS: afinidade dum corpo para outro devido a cargas dessemelhantes de eletricidade. (Michaelis online)

_________________

Aprofundar relações, estabelecer boa comunicação, desenvolver e construir, necessita um mínimo de aderência.

Sim. O suficiente para que uma unidade se estabeleça e dali algo seja gerado. O suficiente para que um tenha impacto sobre o outro, e essa relação, por si só, defina algo novo. Relações sem aderência não conseguem pulsar juntas tempo suficiente para produzirem algo equânime e novo.

Pensa naquele tempo de caminhada na qual por um processo bem simples de empatia passamos o caminho buscando acertar o passo junto com o outro, nem mais rápido, nem mais devagar, hora cuidando o atravessar a rua pelos dois, ora olhando para o céu pois sabe que o outro também te cuida.

E essa dinâmica não precisa de palavras. Precisa de tempo, observação, empatia e aderência. Precisa permanecer na experiência aderidos tempo suficiente para que a dinâmica aconteça. Precisa dedicação para identificar os gaps que impedem que o aderir aconteça, e rapidamente, modificar a proposta para uma nova chance de ritmo se estabelecer. Hoje em dia tanto se teoriza sobre empatia…

Quer aprender na prática? Caminhe longamente com alguém, e mantenha-se em aderência o suficiente para acertar o passo, sabendo quando aproximar e quando dar espaço…observe e sinta o tempo do outro…

Exercite a boa aderência.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly